Flax & Kale Passage: flexitarianismo em Barcelona

 O queridinho e marca da casa: Couve crocante apimentada

O queridinho e marca da casa: Couve crocante apimentada

Como vocês sabem, eu escrevi um guia amigo de Barcelona (que tu podes comprar aqui aqui e aqui) e, nele, uma das seções que eu gosto mais é a de gastronomia. Foi muito gostoso experimentar os restaurantes e, confesso, muito difícil escolher só alguns deles pra entrar no guia. Ainda bem que existe o blog e assim eu falo, posto, compartilho e haja foto, mano. O Primeiro Flax & Kale tá nele, assim como o pioneiro do grupo, o Teresa Carles <3

Conheci o Flax & Kale (o primeiro) logo que inaugurou: me intrigou de cara: cozinha flexitariana. O primeiro restaurante de Barcelona que segue essa linha de ser  80% plant-based e 20% com pescado azul. O tempo passou e o Flax & Kale é mais que um sucesso, sempre cheio com filas enormes na porta, principalmente nos brunches de final de semana (mas dá pra colocar o nome na lista de espera e ir flanar pelo Raval).

IMG_8100.JPG

FLAX & KALE

Já chega de introdução, minha gente. Vamos falar do novinho em folha, do Flax & Kale Passage.

IMG_8098.JPG

Só começo contando uma historinha pra vocês entenderem o amor pelo lugar- Era um domingo de inverno... Quer dizer, deveria ser de inverno, pleno janeiro; mas fazia 21 graus (isso é temperatura de primavera quase verão!). Sabe domingão de sol e a vontade de aproveitar os terraços cheios de mesas e gente? Sentir o calorzinho e observar o céu azul sem nuvem? Era isso que eu queria naquele domingo.

O que eu quero dizer com isso? Que é impossível sair daí sem ficar apaixonado. De verdade: impossível.

 O pão paleo mais saboroso da minha vida

O pão paleo mais saboroso da minha vida

A rua na parte mais alta do Born é estreita e ótima pro inverno: sem muita luz natural (e lembram que tudo o que eu queria estar terracinho?). Mas o espaço é tão surpreendente que eu até esqueci o que queria uma hora antes.

Localizado na rua Sant Pere Més Alt e que conecta com a rua Trafalgar através de uma enigmática passagem, a Passatge de les Manufactures, tudo ali foi pensado nos mínimos detalhes.  Entrada, a decoração pensada para adicionar à experiência, atendimento, tetos altos, cozinha aberta (pra quem fica depois de atravessar a passagem) e, claro, o cardápio – já que viemos com o foco na comida, né?

 Waiting!

Waiting!

A cereja do bolo é que, além de ter o vegetarianismo flexível, é saudável - um muito obrigada ao pão paleo que quase me matou de amor – já que os ingredientes são frescos e a montagem dos pratos altamente equilibrada.

Por sinal, não é apenas um cardápio... São 6 (SEIS): café da manhã, almoço/jantar, lanche, brunch, sobremesas e bebidas; unidos e se complementando a uma imensidão de receitas originais, como salada de “bacon” de coco com plant-based queijo azul, pão paleo com manteiga de amêndoas e óleo de côco, lasanha vegetariana, hambúrguer de lentilha...Errr, na verdade, pessoal, que tal vocês olharem os cardápios todos? É só clicar aqui (http://teresacarles.com/fk/menus-passage.html ), mas atenção, cuidado com o coração e a paixão fulminante!

 Salada: alface americana, "bacon" de coco, queijo azul vegano (plant-based). Juro que quase morri com esse prato &lt;3

Salada: alface americana, "bacon" de coco, queijo azul vegano (plant-based). Juro que quase morri com esse prato <3

E, para terminar, a diferença entre os anteriores é que o Passage, sem querer repetir a fórmula dos anteriores, apresenta uma oferta exclusiva que incorpora Pizzas saudáveis e sem glúten, Uma fusão saudável asiática (obrigada!!!), o Kombucha Lab e outras novidades.

 

 Pão sem glúten, hummus, molho de beterraba, ovinho e especiarias. Lá atrás, de novo e porque sempre, o pão paleo com a manteiga de amêndoas e óleo de coco (parecia manteiga mesmo).&nbsp;

Pão sem glúten, hummus, molho de beterraba, ovinho e especiarias. Lá atrás, de novo e porque sempre, o pão paleo com a manteiga de amêndoas e óleo de coco (parecia manteiga mesmo). 

Extra: o Yurbban Hotels recuperou e abriu ao público uma passagem histórica, em Barcelona, a Passatge de les Manufactures que, por sua decadência, estava fechada até os dias de hoje. Dois anos de reformas e quase 20 milhões de euros de investimento para o projeto presidido pelo novo Yurbban Hotel & SPA, reúnem a cidade velha e o Eixample.