Comer e beber em Veneza

Como em qualquer outra cidade do planeta, quando chegamos perto dos pontos turísticos, tudo fica mais caro. Existem cafés-restaurantes muito famosos na Piazza di San Marco e os preços são exorbitantes! Além de qualquer café, eles também cobram serviços a mais porcouvert – a música ao vivo que pode ser ouvida a qualquer hora do dia e da noite tocada por orquestras.

É necessário procurar bastante para não cair no conto dos restaurantes turísticos ruins, onde a comida não satisfaz: a fome, o desejo e a gastronomia de uma cidade. Com o intenso fluxo turístico, algumas pessoas podem acabar comendo mal, pagando caro e passando longe de degustar as reais delícias do lugar.

Pensando nisso, um pequeno grupo de donos de restaurantes (reais e genuínos ristorati), decidiu criar a Associazione dei Ristoranti della Buona Accoglienza, que conta com doze restaurantes e tem como objetivo principal divulgar os endereços dos quais a culinária faz parte da vida e cultura da cidade. Estes doze estabelecimentos são engajados em cumprir algumas “leis” que garantem um respeito grande com o cliente desde a qualidade da comida até os preços. Além do atendimento, todos estão perto de hotéis e pontos turísticos conhecidos, mas nenhum deles está à vista; o que deixa a atmosfera deles ainda mais veneziana: eles ficam em ruas, vielas ou becos desse labirinto garantindo a tranquilidade e o resgate da gastronomia. O site desta máfia da culinária é Venezia Ristoranti.

Quer continuar lendo? Vai lá no Territórios pra ler o resto do artigo.