Change language:
EnglishPortuguese

São 12 horas de voo. E também são mais de 12 projetos atrasados. Cartas não escritas. Artigos pela metade. Pequenas reflexões no bloco de notas do celular. Pensamentos inacabados.  No trajeto Londres - Rio, ainda tive uma mensagem inesperada, uma ligação por vídeo; ali mesmo no...

O Comunismo e a Família Alexandra Kollontai 1920 Escrito: 1920Primeira Edição: in Komunistka, No. 2, 1920.Fonte: Editorial Marxista, Barcelona, 1937.Tradução de: Carlos Henrique.Trancrição: Aritz.Esta Edição: Marxists Internet Archive, ano 2002. A mulher já não depende do homem Se manterá a família em um Estado comunista? Persistirá na mesma forma atual? São estas questões que atormentam, nesse...

É quase delicado. E também absolutamente sutil. Numa interpretação de fragmentos de um discurso amoroso: Eu escrevo pra mim e pro mundo, mas, na verdade, essas palavras têm direção e destino. Porque no final das contas, todas as conversações, todas as palavras e todos os fragmentos - no...

pra quem tem alegria transbordando, pra quem angustia por não sentir nada, pra quem traiu, pra quem foi traído, pra quem só vê beleza e poesia, pra quem ama desmesuradamente, pra quem pulsa, quem odeia, quem chora, quem gargalha; pra quem anestesia com a dor....

Por Alexandra Kollontai. O que é o “dia da mulher”? Ele é necessário? Não seria uma concessão às mulheres da classe burguesa, às feministas, às sufragistas? Isso não prejudica a unidade do movimento trabalhador? Essas questões ainda são ouvidas na Rússia, mas não mais no exterior. A...